BLOG DO ALUIZIO AMORIM

TRANSLATE/TRADUTOR

terça-feira, setembro 26, 2017

QUEM PRINCIPALMENTE SUSTENTA OS ASSASSINOS COMUNISTAS NO PODER SÃO OS JORNALISTAS DA GRANDE MÍDIA E ONGS ESQUERDISTAS



O comovente depoimento da norte-coreana Yeonmi Park, que já está no Youtube há pelo menos dois anos voltou a viralizar na internet por meio do WhatsApp que, justiça seja feita, está conseguindo levar informações para um público que estava por fora das redes sociais como Facebook e Twitter, as duas mais poderosas.
Incrível é o silêncio conivente daqueles que têm os meios para denunciar os assassinos comunistas não só da Coréia do Norte mas também o esbirro de Fidel Castro, o assassino Nicolás Maduro que é adulado, protegido e apoiado pelo PT, CUT, PSOL, PCdB, PSB, PSTU, MST e organizações correlatas esquerdistas, como por exemplo a Conectas.
Essa ONG com sede em São Paulo fez lobby dentro do Congresso Nacional para aprovar a lei proposta pelos comunistas do PSDB, arreganhando as nossas fronteiras para os tarados islâmicos e traficantes de drogas. Para variar recebe apoio financeiro da Open Society Foundation do mega investidor George Soros e também da Ford Foundation. Na época da tramitação dessa lei seus operadores eram seguidamente entrevistados pelas emissoras da Rede Globo.
Desafio esses chupins de ONGs esquerdistas a postarem nos seus respectivos sites e redes sociais o vídeo que ilustra esta postagem.
Ligeiramente é isso aí. E é por isso que regimes assassinos como o da Coréia do Norte, Cuba e correlatos continuam de pé pois dispõem de uma miríade de ONGs esquerdistas e de uma tropa de jornalistas do mesmo naipe ideológico dominando as redações da grande mídia - TODA ELA!
Eu os conheço muito bem. São todos ratos vermelhos, psicopatas mentirosos que promovem a lavagem cerebral em massa, principalmente por meio de emissoras de televisão de grande alcance, como por exemplo a Rede Globo, transformando telespectadores em robôs que trabalham em favor dos algozes do povo.
Ao silenciar sobre todas essas iniquidades os jornalistas são cúmplices dos criminosos comunistas. Mais cedo ou mais tarde haverão de enfrentar as barras dos tribunais.

segunda-feira, setembro 25, 2017

BOLSONARO E O DESABAFO DE UM NORDESTINO

Um nordestino enviou este vídeo para o deputado Jair Messias Bolsonaro que fez a postagem em sua página oficial do Facebook.

Vale a pena ver e ouvir com atenção. Por mais que os institutos de pesquisa, como o globalista bundalelê Ipsos e outros do mesmo naipe se esforcem na manipulação criminosa da verdade, com o concurso não menos criminoso e deletério dos jornalistas da grande mídia, o certo é que pela primeira vez na história política do Brasil a agenda da campanha presidencial mudou radicalmente.

Não é para menos que toda a esquerda está enlouquecida e perderá os últimos vestígios de vergonha na cara. Porém desta vez não ditarão sozinhas a regra do jogo de forma impune.

Afinal, é a primeira vez que numa campanha eleitoral presidencial o repertório de uma nota só do esquerdismo será contrastado em alto e bom som pelos postulados conservadores que não sairão apenas da boca de intelectuais, mas de pessoas comuns que agora, por meio da internet, adquirem um protagonismo jamais imaginado, como é o caso desse cidadão nordestino do vídeo.

Este é o pano de fundo do palco eleitoral presidencial. O repertório mudou, embora os jagunços esquerdistas que dominam as redações seguirão mentindo, tergiversando, invocando o mantra bestial da diversidade bundalelê. 

Não tem preço, portanto, ver toda essa gentalha como ratos desesperados num grande navio indo a pique. Afinal, os mega grupos de comunicação exalam o último suspiro. E o exemplo dessa insofismável desta verdade é o próprio presidenciável Jair Bolsonaro, cuja atuação até aqui prescinde do apoio dos grande veículos de mídia. Sua voz ecoa só e apenas pelas redes sociais. Da grande mídia vem apenas o arroto nervoso e fedorento de seus operadores eivado de mentiras histriônicas e inimagináveis.

Quanto aos demais oponentes de Bolsonaro, sabe-se que dificilmente receberão um vídeo de um nordestino comum que não seja cevado pelas mortadelas fornecidas pelo PT.

Não. A eleição presidencial de 2018 não terá nada a ver com as pregressas. O tempo passou na janela e as carolinas da política não viram porque estavam por demais entretidas com a corrupção e a roubalheira desvairada que deixafam o Brasil deste jeito. Estavam sonhando acordadas com caixas e malas de dinheiro tungadas as verbas que seriam destinadas à saúde, à educação e à segurança; à reconstrução e manutenção das estradas, das ruas; ao planejamento de médio e longo prazo na geração e fornecimento de energia elétrica; na atualização tecnológica e expansão da velocidade da internet; enfim, uma série de iniciativas de urgente necessidade que foram descuradas de forma criminosa pela maldição lulopetista que castigou o Brasil por mais de 13 anos em conluio com potentados das indústrias e dos bancos.

O autor do vídeo, que se identifica ao final com sua própria imagem, fala não só pelos nordestinos. Fala o que todos os brasileiros de bem têm trancado suas gargantas e querem desabafar. Por certo o farão no pleito de outubro de 2018.

Conforme o velho e sábio adágio, quem viver verá!

RECEITA FEDERAL ALERTA PARA GOLPE QUE PEDE ATUALIZAÇÃO DE DADOS CADASTRAIS VIA INTERNET OU PELO CORREIO

A Receita Federal divulgou nota nesta segunda-feira alertando para um golpe que está sendo realizado por via postal, e não por e-mail, como tem sido mais comum. De acordo com o órgão, o contribuinte recebe, por correspondência, em sua residência, uma intimação para regularização de dados cadastrais. Nesta correspondência, há um endereço eletrônico para acesso e atualização de dados bancários. Só que o endereço eletrônico informado não tem nenhuma relação com o site da Receita, ressalta a nota.
“Apesar de conter o logotipo e o nome da Receita Federal, a carta é uma tentativa de golpe e não é enviada pelo órgão nem tem sua aprovação”, esclarece a nota.
A orientação da Receita ao contribuinte é que, caso receba esse tipo de correspondência, destrua a carta e jamais acesse o endereço eletrônico indicado.
A Receita Federal adverte que, para fins de consulta, download de programas ou alterações de informações junto ao Fisco federal, não devem ser acessados endereços eletrônicos que não o oficial do Órgão: idg.receita.fazenda.gov.br. Caso o faça, o contribuinte estará sujeito a vírus e malwares, que podem roubar seus dados pessoais, bancários e fiscais. Do site de O Globo

Sponholz: A UTI do Rock in Rio!

Clique sobre a imagem para vê-la ampliada

NÃO VACILE! OS COMUNISTAS ESTÃO DE OLHO NA SUA PROPRIEDADE. SE O PREFEITO FOR ESQUERDISTA O PERIGO É REDOBRADO. PODE DESAPROPRIAR.

O sempre atento empresário e trader Leandro Ruschel, que vive e trabalha nos Estados Unidos, destacou em sua página do Facebook, uma informação que reputo de absoluta importância. Trata-se de um artigo de Luiz Philippe de Orléans e Bragança, descendente da família imperial brasileira, que adverte para o fato de um princípio socialista implementado no Brasil em 1946 e que continua em plena vigência é uma ameaça para o direito de propriedade que fica a depender dos humores de Prefeitos e, sem dúvida, do nível de sua ideologia. Quando mais for sua tendência à esquerda mais o seu imóvel (casa ou terreno de qualquer tamanho) passa a ser suscetível de desapropriação para cumprir a tal “meta social” desse princípio absurdo.
Você acha uma barbaridade? Eu também! Todos os seres humanos com mais de um neurônio, que trabalham, que dão duro para ter o seu imóvel evidentemente estão preocupados. Afinal, a bandalha comunista manipuladora pode estar de olho na sua propriedade. Depois de zerar os cofres da Nação por meio da corrupção e da ladroagem estão procurando uma "alternativa".
Transcrevo a seguir a parte inicial do texto de Luiz Philippe de Orléans e Bragança que está em seu ótimo site e ao final forneço o link para leitura completa.
Por favor! Não deixe de ler e de compartilhar esta postagem à farta pelas redes sociais. Os comunistas estão de olho na sua casa, terreno e tudo que podem expropriar, sob a alegação de cumprir a tal “meta social”. É uma barbaridade! Leiam:
Se no exterior é comum que se faça previdência privada investindo no mercado de ações, por aqui a população acostumou a investir o pouco que sobra no final do mês, quando sobra algo, na compra de terrenos e imóveis. Isso talvez se deva ao histórico de intervenções promovidas por governantes de nosso país, que já provaram não respeitar sequer a caderneta de poupança. O fato é que o brasileiro está acostumado com o direito sagrado sobre os imóveis, ao direito a propriedade privada, algo que é inalienável. Ou seja, o que é meu, é meu e pronto.
Em São Paulo não é mais bem assim. Se você está à procura de imóveis para investimento, para seu plano de aposentadoria, ou se você já tem imóveis parados, a espera do projeto certo, cuidado. Sem fazer qualquer tipo de alarde, nossos políticos estão colocando mecanismos de desapropriação nas leis orgânicas de nossas cidades. Isso porque em nossa Constituição Federal, artigo 182, inciso 4, o Governo Federal delega aos municípios o poder de obrigar imóveis a cumprir uma “função social”.
Mora em São Paulo? Então comece a se preocupar agora. O vereador José Police Neto, do PSDB, passou em 2010 a lei 458/09 que cria os instrumentos necessários para a cidade executar a lei da função social.
O que é a função social de um imóvel?
Engana-se quem pensa que no Brasil a função do imóvel é aquela que seu proprietário desejar. A função social do imóvel é um princípio socialista absurdo implementado no Brasil em 1946, segundo o qual toda propriedade, incluso imóveis, deve cumprir um objetivo social. No caso dos imoveis é desenvolver uma região ou servir de abrigo para famílias ou áreas comuns.
Ao determinar qual a função de algo, o governo automaticamente afirma ser ilegal tudo que vá contra aquela função, e isso vale no caso dos imóveis. De acordo com a Constituição Federal, manter uma casa desocupada ou um terreno sem construção é uma ofensa punível com instrumentos legais.
Imagine que você tem uma casa vazia na cidade de São Paulo, um imóvel que você não quer alugar pois daqui dois anos sua filha vai casar e você quer que ela more ali. Graças ao projeto de lei aprovado em 2010, a prefeitura pode aplicar o chamado IPTU progressivo como forma de punição, ou seja, a cada ano que o imóvel fique vazio, o valor cobrado de IPTU da sua propriedade será dobrado progressivamente. Se era R$ 1.000, no segundo ano passará para R$ 2.000 e no terceiro para R$ 4.000. Pense agora na pessoa que é dona de uma casa que fica em um bairro assolado pela violência, daqueles quase impossíveis de alugar. Ou você aceita qualquer inquilino, mesmo um problemático, ou você paga multa. E depois para remover o tal inquilino inadimplente? Tem lei contra isso também. É justo? Clique AQUI para ler o texto completo.
_____________________

NB.: Não se esqueça de compartilhar esta postagem!

Sponholz: Lula encurralado!

Clique sobre a imagem para vê-la ampliada

sábado, setembro 23, 2017

BOLSONARO, A REVISTA 'VEJA' E OS PONTOS DE LUZ NO HORIZONTE DO BRASIL QUE PODEM SE TRANSFORMAR EM ESTRELAS BRILHANTES...


É claro que o presidenciável Jair Bolsonaro não é uma unanimidade. Melhor assim, pois como dizia o jornalista, escritor e dramaturgo mais famoso da história do Brasil, Nelson Rodrigues, "toda unamidade é burra".

Todavia, como tenho ressaltado aqui neste blog Bolsonaro é até agora o candidato com maior prestígio popular. Basta conferir uma torrente de vídeos postados na página do candidato no Facebook.

Num passado remoto a grande mídia brasileira se dividia no que se relaciona à simpatia a determinadas agendas e candidatos. Da poderosa máquina de escrever de Nelson Rodrigues brotavam textos demolidores sempre ancorados nos cânones do conservadorismo.

Na atualidade, a grande mídia toca apenas um samba de uma nota só, afinal passou a cumprir rigorosamente as pautas ditadas pelo establishment. Como o meio jornalístico sempre foi um deserto de inteligência e o citado Nelson Rodrigues era um ponto fora da curva, na atualidade o jornalismo é ainda pior. Mormente depois que os jornalistas passaram a ser formados nos famigerados cursos bundalelê de jornalismo que abundam por aí.

O que inspira este meu comentário está contido no vídeo acima. Ou seja, a coluna Radar, do site da revista Veja, escrita por Maurício Lima publicou uma nota afirmando que Bolsonaro convidou Paulo Roberto Costa, condenado pela Lava-Jato, para ser candidato a deputado. O próprio deputado Bolsonaro explica no vídeo.

Fui lá conferir no site de Veja e realmente está lá a nota em destaque, conforme pode ser vista em foto logo abaixo deste texto. O colunista apenas colocou uma linha entre parênteses ao final afirmando que Jair Bolsonaro nega que tenha feito o convite. Até porque, como ressalta o próprio presidenciável, o fato de ter sido condenado na Lava-Jato impede, por lei, qualquer candidatura do indigitado ex-diretor da Petrobras.

Quando o establishment entra em desespero começam a ser plantadas na grande mídia coisas incríveis. Aliás, até hoje a bandalha jornalística dos grandes veículos de mídia continua apoiando a exposição bundalelê do Banco Santander destinada, vejam só, a educar as criancinhas.

Ao mesmo tempo, a grande mídia revela que o presidenciável tucano João Dória Júnior, voltou da França entusiasmado com a agenda 'globalista' do seu amiguinho socialista "Emmanuel Macron". Só falta agora Dória Jr. começar a importar os tarados islâmicos para São Paulo.

Ainda bem que faíscam no horizonte pontos de luz que podem se transformar em estrelas (êpa!) brilhantes que voltarão a iluminar todos os rincões do Brasil.
RADAR DA VEJA...

Sponholz: O verdadeiro vampiro.

Clique sobre a imagem para vê-ampliada

sexta-feira, setembro 22, 2017

SALVEMOS AS CRIANÇAS

Por Maria Lucia Victor Barbosa (*)
Discutir o que é contemporâneo avançou sob novas formas através das transformações revolucionárias da comunicação trazidas pela tecnologia. É bom frisar que tal progresso não significa em si perfeição, pois a ação humana serve tanto para o bem quanto para o mal, para a mentira ou para a verdade, para o amor ou o ódio. De todo modo, as redes sociais avultam hoje como o quinto poder, algo que não foi ainda analisado em toda sua potencialidade e complexidade, sendo que não há indícios de recuo na participação e na interação de pessoas através das redes sociais onde opiniões trafegam livremente, debates se cruzam, ideologias provocam embates acalorados.
Na análise de tal fenômeno social quero retomar a tese de Robert A. Dahl sobre o que ele denominou de “poliarquia”, termo que significa “o governo de muitos, que permite ao povo participar das principais escolhas, sobretudo nas dos dirigentes”.
Atualizando o conceito se pode dizer que, além das escolhas políticas, hoje a participação nas redes sociais ampliou a poliarquia, que nada mais é do que uma forma de democracia na qual excessos deveriam encontrar seus limites não na censura, mas nos direitos fundamentados nas leis.
Dito isso, tomemos como exemplo de discussão recente que percorreu as redes sociais e a mídia, aquela relativa ao encerramento da exposição Queermuseu havida em Porto Alegre (RS), patrocinada pelo Banco Santander e financiada pela Lei Rouanet com a nada modesta quantia de R$ 800.000,00.
Nesse sentido, significativa foi a matéria da Veja (20/09/ 2017), que teceu duras críticas ao Movimento Brasil Livre (MBL), chamando-o de obscurantista por ter pedido nas redes sociais o boicote a tal exposição por conta do incentivo a pedofilia, a zoofilia e pelo desrespeito a símbolos sagrados. Além do MBL, outros grupos também se indignaram com a mostra. O título da matéria da Veja foi: “A Vitória das Trevas”.
De modo sucinto, pois um artigo tem seus limites, faço referência ás “trevas” citadas, uma alusão à Idade Média. Mas, haverá realmente obscurantismo e trevas no repúdio de grupos sociais à exposição? Não teria sido uma reação normal diante do claro apelo a pedofilia e a zoofilia que aparece de forma contundente na tela de Adriana Varejão, em que pese as interpretações sofisticadas dadas pela autora? Mais chocantes ainda as figuras das “crianças viadas”, apelo forçado ao homossexualismo e indutor da pedofilia.  Uma caixa de hóstias era cercada por palavrões, um arremedo de Nossa Senhora carregava em vez de Jesus um macaco, um Cristo estapafúrdio cheio de braços refletia mais uma vez o mau gosto da mostra. E havia muito mais coisas que no passado, em vez de arte, eram chamadas de modo politicamente incorreto de taras, aberrações, blasfêmias.
Se a mostra pelo menos tivesse tido uma classificação por idade, como no teatro e no cinema, vá lá, mesmo provocando reações instintivas de repúdio e asco. Mas a questão crucial é que a exposição, que tratava de questões de gênero e diversidade, “receberia alunos de escolas públicas e particulares e ensejaria trabalhos” sobre obras dos expositores.
Como, pergunto, olhos infantis espantados veriam aquilo tudo? De que modo o inexplicável sexo com animais repercutiria em suas mentes em formação? 
Penso que cada um é livre para escolher seu modo de viver, mas incomoda a obsessiva doutrinação existente, como se todos fossem obrigados a se converter em homossexuais. E a doutrinação começa nas escolas com crianças muito novas, fazendo-as perder suas referências, o que pode mais tarde gerar adultos problemáticos; estimula-se a diversidade de experiências sexuais precoces, perigoso caminho para a legitimação da pedofilia, sendo que entendo pedofilia como crime hediondo; em construções arbitrárias ensina-se que não existe diferença entre meninos e meninas, o que raiaria ao absurdo de se querer revogar leis da natureza.
Se trevas existem é porque o momento é de graves manipulações. Há um desmanche de valores e grupos permissivos se impõe. Corrompe-se a juventude e a infância. Prega-se o vale-tudo. Não existe mais limites nem moral. Prevalece o prazer individual como único bem possível. Há uma busca de felicidade nunca alcançada, pois se dá por motivos errados. E os insatisfeitos correm atrás de novas experiências desesperadas das drogas e do sexo. Parece que estamos vivendo o fim de uma civilização de criaturas perdidas, que será substituída por outra mais evoluída, quem sabe, composta por inteligências artificiais.
Mas ainda é tempo, salvemos as crianças resgatando valores desaparecidos. Que os pais estejam atentos aos crimes cometidos contra seus filhos inocentes. E os que querem respeito, que aprendam a respeitar e exercer também a tolerância, para que banalização da sexualidade não faça a violência se voltar contra eles mesmos.
Com a palavra as redes sociais.

(*) Maria Lucia Victor Barbosa é socióloga.

Sponholz: E o cerco vai se fechando...

Clique sobre a imagem para vê-la ampliada

quinta-feira, setembro 21, 2017

TRUMP ENLOUQUECE OS JORNALISTAS LACAIOS DOS DEMOLIDORES DA CULTURA OCIDENTAL


Compreende-se o ódio que os esquerdistas têm do Presidente Donald Trump. Desde o fim dos governos de Ronald Reagan e Margaret Thatcher até agora a bandalha esquerdista praticamente havia reinado absoluta. E o resultado foi a comunização da América Latina e a execução do que Hitler tinha em mente, ou seja o domínio da Europa, o que finalmente ocorreu com a deletéria União Europeia que rasgou todas as fronteiras e importou assassinos islâmicos para calar todos aqueles que levantem a voz contra esse regime de terror que dizima a Europa. Mas o projeto não se circunscreve à Europa. Em conluio com a ONU pretendem os neo-comunistas de Bruxelas estender esse sistema mega opressivo para todo o Ocidente.
Seus pontas de lança são principalmente as ditaduras comunistas. O Secretário Geral da ONU é um socialista português. A Internacional Socialista realiza reuniões dentro da própria ONU em New York, como já revelei aqui neste blog. Está em curso o que tem sido conceituado como "globalismo" quando, quem sabe, esses ditos blocos econômicos (que na verdade são essencialmente políticos) como UE, Mercosul, TTP, Nafta e congêneres, serão governados por um governo central mundial. As fronteiras serão todas abertas e talvez até lá a sharia, a lei islâmica, substituirá o direito racional, apanágio justamente da Cultura Ocidental. 
Todo esse projeto vislumbra um governo mundial totalitário cujo paradigma se encontra, grosso modo, na célebre obra de George Orwel. O esquema já era considerado favas contadas. 
Entretanto, esses canalhas do século XXI não contavam com com a vitória esmagadora de Donald Trump no pleito presidencial do ano passado. E mais do que isso. Jamais imaginariam que Donald Trump, desferisse, como de fato desferiu, uma bordoada tão sonora no projeto totalitário globalista. E a porretada foi dada exatamente dentro da catedral do globalismo, a Assembléia Geral da ONU. 
Essa gentalha está zonza até agora. Está enlouquecida. E a reação do establishment pode ser medida pelo comportamento da grande mídia em nível internacional. Quem tiver tempo pode conferir nos sites dos grandes veículos de comunicação. 
Só para terem uma ideia ilustro esta postagem com dois recortes de O Globo:
O JORNALISMO BOÇAL
O Globo escalou um enviado especial a New York, o jornalista Henrique Gomes Batista para cobrir o discurso de Mr. Trump. Esse bobalhão teve a coragem de qualificar o discurso de Trump como “beligerante”. Não vi o que disseram na Globo Fake News, porque há muitos anos não suporto ver e ouvir um bando de psicopatas mentindo. Velho de guerra do jornalismo sempre sei de antemão o que esses velhacos irão dizer.
Mas O Globo ainda convocou Adriana Carranca, e bota carranca descarada nisso, para  dar lição de política internacional a Mr. Donald Trump. 
O que se nota é que os herdeiros do falecido Roberto Marinho, aqueles mesmos que ofereceram um almoço especial a Dilma Roussef, no decorrer de sua campanha eleitoral, na residência da família Marinho, quando D. Lili, ainda estava viva, devem estar sofrendo muito. O império de mídia construído pelo Dr. Roberto Marinho parece que começou a se desmilinguir. Não é à toa quando há quem afirme que Lula um tremendo pé frio...
O advento da internet, das redes sociais, dos blogs e sites independentes não permitem que esses mentirosos continuem a mentir sem cerimônia, que continuem a produzir fake news impunemente e que prossigam pensando que todas as pessoas são imbecis e desinformadas.
O que é verdade é que jornais de papel, revistas e assemelhados irão desaparecer. Ato contínuo será a televisão nos moldes como é feita atualmente. Os mega impérios de mídia sofrerão um abalo fenomenal na mesma medida em que a tecnologia avança.
Tanto é que Donald Trump venceu a eleição na condição de um outsider, já que tinha inclusive a oposição do próprio Partido Republicano minado nos últimos anos pelo establishment. Leia-se: bilhões de dólares!, procedentes do aparelho globalista financeiro.
Por isso Donald Trump, que é um empresário bilionário, comprou a briga com os títeres globalistas. O eleitorado americano, seviciado pelo deletério desgoverno de Obama (um operador dos globalistas) entendeu a jogada.
Eleito, Donald Trump passou a executar todas as suas promessas de campanha. Seu discurso na Assembléia da ONU é um ponto de inflexão poderoso, um verdadeiro furacão devastador que deixou meio mundo perplexo e enlouquecido. E é neste momento que o establishment aciona seus beleguins das redações para distorcer os fatos, para mentir, para confundir, para desinformar.
Se o público que lê jornal, vê televisão e escuta rádio soubesse o nível intelectual, moral e ético dos que trabalham nas redações desses veículos de mídia jamais gastaria um tostão em assinaturas de TV e jornais.
Acreditem: jornalistas em sua maioria - no mínimo 99,9% - são burros, imbecis e idiotas mas “se acham” os reis da cocada preta. Passei boa parte da minha carreira em redação de jornal, o bastante para chegar a esta conclusão. Aliás, quem lê jornal e vê televisão com certa acuidade chegará à constatação análoga.
E, para completar: se os principais valores da cultura ocidental - dentre eles a liberdade individual que vem sendo açoitada pelos cânones do pensamento politicamente correto -, sobreviverem a esse ataque brutal isto será sem dúvida a principal obra e o principal legado do Presidente Donald Trump.
_____________
N.B.: O vídeo que ilustra esta postagem destacando um trecho do poderoso discurso de Trump na ONU foi traduzido e legendado pelo sempre excelente site Tradutores de Direita 

Sponholz: Processo de canonização...

Clique sobre a imagem para vê-ampliada